terça-feira, 9 de junho de 2009

A nova mídia e a nova democracia

Desde que a O’Reilly criou o termo Web 2.0 em 2004, o conceito de conteúdo gerado pelo usuário (ou, em inglês: user-generated content - UGC) tem se expandido e levado a limites nunca antes imaginados. Hoje, como todos poder ser geradores de conteúdo na internet, lidamos com um volume de conteúdos absurdo diariamente, tanto que o grande problema ao utilizar a internet hoje, diferente do fim da década de 90 e início dos anos 2000, já não é encontrar conteúdo, mas filtrá-lo para consumir apenas o que é relevante.

O surgimento dos serviços de blog certamente foram o primeiro afluente desse amazonas digital com o qual temos de lidar diariamente e sua evolução mais notável hoje é o twitter, serviço de microblogging em que o usuário se comunica através de mensagens curtas (140 caracteres). O twitter, enquanto serviço, se faz ainda mais acessível que um blog, uma vez que com mensagens curtas, fica muito mais fácil manter-se atualizado de todas as suas fontes.

Essa facilidade foi percebida por pessoas públicas, e o potencial dessa ferramenta foi demonstrado durante a campanha do aual presidente norte-americano, Barack Obama. No Brasil, no último dia 18, ocorreu algo parecido. Foi criado no twitter um perfil do atual governador do estado de são paulo, o PSDBista José Serra, possível candidato à presidência ano que vem.

O perfil de Serra entretanto é atualizado pelo próprio, diferentemente da maioria das “celebridades” presentes na rede. Sendo pesoal, a página de Serra no twitter abre espaço a todos os que fazem parte da rede dizerem ao governador o que pensam a seu respeito e a respeito de seu governo ou candidatura, bem como dá a ele a chance de se expressar mais informalmente junto a seus eleitores, discutir artes, esportes, dar suas opiniões e até mesmo discutir política! Sim, isso está acontecendo, um dos preceitos da democracia.

Recentemente o roqueiro Roger Moreira, vocalista e guitarrista da banda Ultraje a Rigor, criou um movimento de abaixo assinado, no qual expunha algumas das grandes preocupações dele e de grande parte dos cidadãos brasileiros em relação à gestão pública. Nada melhor pra se discutir com um gestor público certo? Roger então entrou em contato com Serra através de seu perfil no twitter e obteve resposta. Não foi uma resposta pro Roger, mas pra todos os que assinaram o tal manifesto, eu incluso. Isso é bonito demais!!!

Assim como essa história sobre José Serra amplamente acessível a todos, há outras. Exemplo: a Petrobras recentemente criou o blog Fatos e Dados através do qual responde à imprensa os ataques que tem recebido. Sites como o Tranparência Brasil facilitam nossa tarefa de fiscalizar os políticos e acabam com as desculpas que as pessoas inventam pra fugir a esse dever.

Histórias assim, trazem a internet e o UGC, essa tal “nova mídia” a um nível completamente novo, e demonstram que esse pode ser o novo caminho da democracia, onde todos podem realmente manifestar-se e ser ouvidos, assim como estou fazendo agora. Basta querer.

1 comentários:

Lilli disse...

Muito interessante essa nova ferramenta para os políticos. Um verdadeiro exercício de democracia para nós, eleitores. Só esperemos que ela não seja utilizada apenas para leituras e quiça, um estudozinho para saber a viabilidade eleitoral ( ou eleitoreira) das reivindicações dos eleitores/seguidores.

Postar um comentário

Os comentários publicados neste blog usualmente não são, mas podem ser, moderados.
Portanto, seja educado, procure manter-se no assunto da postagem e, por favor, MIGUXÊS NÃO!!!
Tem um blog ou site e quer aproveitar pra fazer seu jabá? Sinta-se à vontade, tanto pra isso quanto pra nos divulgar em seu site! ;-)
Tem alguma mensagem para os autores do blog? Envie email para:
bloghelvetica12@gmail.com