sábado, 6 de junho de 2009

Exposição Pós-Impressionismo SESC chega a Teresina


Os teresinenses poderão conferir e conhecer, a partir dessa segunda-feira (08/06), até o dia 26/06, no Sesc da avenida Maranhão, um pouco de um importante capítulo da história da arte ocidental, através de 40 (quarenta) reproduções de obras que estarão expostas e que levam a assinatura dos mais importantes artistas pós-impressionistas. A exposição que será realizada com a parceria local do Pólo Arte na Escola (Núcleo da Universidade Federal do Piauí), atenderá nos turnos manhã e tarde e contará com 12 (doze) monitores, dos cursos de Arte e Arquitetura da UFPI e Técnicos em Artes Visuais do CEFET. O Objetivo da monitoria, - que recebeu 24h de capacitação-, é recepcionar o público visitante e conduzi-lo através de um passeio pela exposição, enfocando as particularidades de cada obra e abordando outros aspectos ligados ao conjunto que compõe o acervo, destacando sempre a influência do pós-impressionismo na arte moderna e contemporânea.

Elaborada pelo Departamento Nacional do Sesc, a exposição Pós-Impressionismo e as Origens da Pintura Moderna tem como curadora, Zuzana Paternostro – PhD em História da Arte, que foi facultada pelo Sesc a recorrer a museus e galerias das mais diversas e distantes partes do mundo, visando exibir, com exclusividade, obras consideradas verdadeiros ícones do Pós-Impressionismo. 18 (dezoito) Museus e Instituições de Arte liberaram gentilmente as matrizes fotográficas das obras que estarão expostas e que são de grande fidelidade às originais, tanto no que diz respeito à cor e contraste. O processo de gravação, conhecido como “ink-jet em cavanas”, é um processo realçado por computação gráfica que visa registrar com exatidão, todos os detalhes da pintura, tais como suas pinceladas, suas cores e tons originais.

Pós-impressionistas são todos os artistas que, durante o período de 1886 a 1910, desenvolveram uma maneira própria de representar a arte, fugindo das formas que predominavam no período. O movimento sucedeu o impressionismo e nele os artistas acreditavam que experimentando novos métodos e técnicas desenvolveriam um novo tipo de arte, pesquisada de maneira intensa e científica. O movimento provocou modificações significativas no campo da pintura, arquitetura, ilustração e comunicação visual, colaborando para o surgimento do modernismo e algumas vertentes da arte contemporânea.

Destaque para obras de Van Gogh (1853-1890), um dos maiores mestres da história da arte de todos os tempos. A arte de Van Gogh estabeleceu bases na pintura do século 20. Mais ousado do que os impressionistas, o holandês chegou a expressar seus sentimentos por meio de uma representação totalmente subjetiva da realidade. Uma característica que marca a divisão entre as escolas impressionista e pós-impressionista.

"Eu sou o primeiro de uma arte nova" foi uma das frases atribuídas a outro mestre do pós-impressionismo, e que tem replicas apresentadas na mostra: Paul Cezánne. Ele desempenhou um papel fundamental no período e é considerado por alguns críticos de arte como o maior lutador da escola pós-impressionista. Cezánne é tido como um dos iniciadores da pintura moderna e, embora vinculado ao impressionismo no princípio da carreira, sua obra posterior é marcada pela simplificação das formas e por uma nova concepção espacial.

Os críticos afirmam que a criação de um rótulo para as obras é coisa de historiadores de arte e pós-impressionismo é o nome dado a essa vertente de pintura que veio logo após o impressionismo. Os impressionistas haviam destruído para sempre a crença artística na verdade objetiva da natureza.

Todas essas discussões sobre o período pós-impressionista, bem como o diferencial dos autores que a elevaram como uma escola artística, será abordado em atividades paralelas durante a realização da exposição no Sesc Centro, motivo pelo qual o evento tem um foco especial voltado para as escolas do ensino fundamental, médio e superior. Para um melhor aproveitamento dos conteúdos oferecidos, a coordenação do evento recomenda que as escolas interessadas em visitas orientadas efetuem agendamento antecipado na coordenação de cultura da unidade do Sesc ou através do telefone- 3230-9910. O acesso ao evento é gratuito, e cada aluno visitante receberá uma fortuna crítica impressa sobre o assunto.

Fonte: SESC - Piauí

Aproveitem a dica... pouquíssimas vezes podemos ver esse tipo de coisa aqui em Teresina...
O Helvetica12 certamente visitará a exposição e trará suas impressões!

1 comentários:

dadagaio disse...

dessa vez eu vou.D

Postar um comentário

Os comentários publicados neste blog usualmente não são, mas podem ser, moderados.
Portanto, seja educado, procure manter-se no assunto da postagem e, por favor, MIGUXÊS NÃO!!!
Tem um blog ou site e quer aproveitar pra fazer seu jabá? Sinta-se à vontade, tanto pra isso quanto pra nos divulgar em seu site! ;-)
Tem alguma mensagem para os autores do blog? Envie email para:
bloghelvetica12@gmail.com